Governo do Paraguai
Governo do Paraguai

Paraguai confirma reabertura da Ponte da Amizade, principal ligação com o Brasil

Fim do bloqueio imposto por causa da pandemia, há mais de seis meses, ocorrerá nesta quinta-feira em meio a protestos de comerciantes prejudicados pelo impacto econômico causado pelas restrições

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de outubro de 2020 | 22h27

ASSUNÇÃO - O governo do Paraguai confirmou nesta quarta-feira, 14, que a Ponte da Amizade, principal passagem da fronteira com o Brasil, será reaberta nesta quinta-feira, após mais de seis meses fechada por causa da pandemia de covid-19 e em meio a protestos de comerciantes pelo impacto econômico causado pelo bloqueio.

O ministro das Relações Exteriores paraguaio, Federico González, confirmou a reabertura da ponte que liga Ciudad del Este e Foz do Iguaçu. A passagem será permitida, a princípio, somente para veículos e caminhões de carga, e de 5h às 14h, seguindo protocolos de saúde.

A liberação da passagem vinha sendo exigida por comerciantes e produtores de Ciudad del Este, capital do Departamento de Alto Paraná, devido ao prejuízo causado pelos meses em que a ponte ficou fechada.

Gonzalez antecipou que, em breve, também será confirmada a reabertura de trechos da fronteira com o Brasil nas cidades de Pedro Juan Caballero e Salto del Guairá, que também dependem do comércio com o país vizinho. "Estamos bem encaminhados para reabrir a fronteira", disse González aos jornalistas.

A ponte é a principal ligação entre as duas nações e antes de seu fechamento recebia tráfego de 40 mil veículos por dia, além de 100 mil pessoas a pé.  No dia 21 de setembro, o governo paraguaio aprovou o protocolo sanitário para uma reabertura controlada da fronteira terrestre com o Brasil.  /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.