Paraguai critica decisão sobre posse chavista

O Paraguai criticou ontem o adiamento da posse do presidente da Venezuela, Hugo Chávez. Com as relações rompidas com a Venezuela desde o contestado processo de impeachment que destituiu o presidente Fernando Lugo, em junho, o chanceler José Felix Estigarribia condenou "interpretações" da Constituição venezuelana, sem mencionar diretamente o governo do país.

ASSUNÇÃO , O Estado de S.Paulo

11 de janeiro de 2013 | 02h04

"Acreditamos que a Constituição da Venezuela deva ser cumprida e ela é clara. Mas há interpretações dela das quais não compartilhamos", disse o ministro das Relações Exteriores paraguaio.

Representantes de 22 países em três continentes assinaram uma carta ontem apoiando o processo venezuelano - o Brasil não estava entre os signatários - e enviaram votos de recuperação ao presidente. O secretário de Estado espanhol para a Ibero-América, Jesús Gracia, disse esperar que Chávez volte às suas funções e pediu que a questão que envolve a posse seja enfrentada com "serenidade". / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.