Paraguai e Venezuela anunciam retomada de relações diplomáticas

Embaixadas dos dois países estão vazias desde julho de 2012, quando o Paraguai classificou Nicolás Maduro como 'persona non grata'

O Estado de S. Paulo,

09 de outubro de 2013 | 17h26

(O chanceler paraguaio, Eladio Loizaga recebeu o chanceler da Venezuela, Elias Jaua, em Assunção nesta quarta-feira, 9. Foto: Jorge Adorno/Reuters)

ASSUNÇÃO - O Paraguai e a Venezuela concordaram nesta quarta-feira, 9, durante a visita a Assunção do chanceler venezuelano, Elías Jaua, a restabelecer suas relações diplomáticas com a indicação de novos embaixadores depois de mais de 15 meses de rompimento.

Jaua anunciou que entregou para o chanceler paraguaio, Eládio Loizaga uma proposta para designar um embaixador da Venezuela em Assunção. Loizaga respondeu dizendo que o Paraguai fará o mesmo assim que o presidente Horácio Cartes escolher alguém para o cargo.

"Tenho certeza que a partir de hoje se inicia um pleno restabelecimento das relações diplomáticas e políticas entre os dois governos", destacou Jaua, antes de que uma delegação de empresários venezuelanos visitará o Paraguai em breve. "Queremos nos reaproximar por meio de atores específicos, dos que fazem comércio, produzem, compram e vendem", disse.

Loizaga, que admitiu ter sido surpreendido com a nomeação de um embaixador venezuelano para o Paraguai - apesar do nome do diplomata não ter sido revelado -, agradeceu a visita "muito positiva" de Jaua e disse que a presença do venezuelano em Assunção "ratificou o desejo de iniciar o quanto antes as relações bilaterais".

As embaixadas dos dois países estão vazias desde julho de 2012, quando o Paraguai classificou Nicolás Maduro (então chanceler da Venezuela) como "persona non grata" por sua suposta interferência durante a crise que resultou na destituição de Fernando Lugo da presidência do país, no mês anterior. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.