Paraguai já registrou 630 casos de dengue neste ano

Autoridades da Saúde no Paraguai admitiram hoje que uma menina de 4 anos morreu de dengue, enfermidade transmitida pelo mosquito Aedes Aegypty. A ministra de Saúde Pública, Esperanza Martínez, explicou aos jornalistas que a morte da criança aconteceu no hospital público Acosta Ñu, na periferia de Assunção, após uma semana de internação com febre alta. Segundo a ministra, desde janeiro foram confirmados 630 casos de dengue no Paraguai, e mais 700 pessoas podem ter contraído a doença.

AE-AP, Agencia Estado

20 de março de 2009 | 17h06

Iván Allende, diretor da vigilância sanitária, explicou que o Paraguai sofre "uma epidemia de dengue de baixa intensidade, mas devemos evitar o seu avanço. A população precisa eliminar a água parada onde o mosquito se reproduz." No caso da menina, a ministra disse para determinar se ela morreu de dengue hemorrágica, o governo pedirá autorização aos familiares para fazer autópsia e levar amostras de sangue ao laboratório. "Estamos preparando uma equipe para investigar", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Paraguaidengue

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.