Paraguai mobiliza militares para conter sem-terra

O governo paraguaio mobilizou um contingente de soldados de infantaria para áreas do interior do país onde grupos de sem-terra ameaçam reiniciar invasões de fazendas pertencentes a empresários brasileiros. Segundo Eustaquio Colmán, vice-ministro de Segurança Interna, os soldados, lotados no departamento (Estado) de Caaguazú, 200 quilômetros ao leste de Assunção, se somarão aos agentes policiais que já foram enviados às áreas de risco."Vamos defender a institucionalidade e garantir o direito dos proprietários; não acreditamos que a ocupação de terrenos privados seja a saída para o problema dos camponeses", afirmou Colmán. Durante um ato oficial, o presidente Nicanor Duarte afirmou hoje que a "falta de terra e a vigência da pobreza não são um problema de ideologia; a pobreza não é produto da esquerda nem da direita, é um problema moral e ético". Os militares partiram da 2ª Divisão de Infantaria, com sede em Villarrica, 170 quilômetros ao sudeste de Assunção. O número preciso de soldados mobilizados não foi informado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.