Paraguai reincorpora supostos golpistas às Forças Armadas

Por ordem do presidente do Paraguai, Nicanor Duarte, 68 oficiais do Exército acusados de golpismo em 1999 e 2000 foram reincorporados a suas respectivas unidades. Os militares, na maioria de patentes médias, teriam tentado derrubar o então presidente do país, Luis González Macchi. A reincorporação foi possível porque o processo judicial expirou depois de três anos sem que a promotoria pública tivesse apresentado provas da suposta insurreição dos oficiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.