Paraguaios protestam contra falta de vergonha no governo

Os paraguaios organizaram para esta sexta-feira uma jornada de protesto contra a corrupção estatal denominada "Dia da Vergonha Nacional". A jornada foi organizada pelo Centro de Regulamentação, Normas e Estudos da Comunicação (Cerneco), formado por publicitários e empresários da maioria dos meios de comunicação locais.Organizações sociais e industriais aderiram à iniciativa, pedindo à população que usasse faixas pretas em sinal de luto pela morte da honestidade no manejo dos assuntos financeiros públicos. O jornal Última Hora publicou sua primeira página totalmente preta, enquanto os demais também colocaram tarjas pretas em sua primeira página. No entanto, quase nenhum estudante dos estabelecimentos de ensino de Assunção aderiu à cor negra e poucos automobilistas incorporaram-se ao movimento com bandeiras da mesma cor. A organização não-governamental Transparência Internacional, com sede na Alemanha, informou na semana passada que, de acordo com pesquisa por ela efetuada, o Paraguai é o país "número um" em corrupção na América Latina e o terceiro em todo o mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.