Paralisação dos EUA inclui funcionários da Casa Branca

A paralisação parcial do governo dos Estados Unidos inclui a Casa Branca, onde cerca de 3 em cada 4 funcionários estão afastados de suas tarefas.

AE, Agência Estado

08 de outubro de 2013 | 02h48

Assessores de licença estão impedidos até mesmo de verificar os Blackberries. Dos 1.701 assessores, assistentes, mordomos, chefs e paisagistas da Casa Branca , menos de 450 estão trabalhando.

Os assessores do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, têm se esforçado para demonstrar que a situação é encarada com normalidade. O atual panorama atribuiu ao sistema de funcionamento do governo federal um caráter de leve desordem.

No lugar da telefonista da Casa Branca, ficou uma mensagem gravada que pede que o solicitante volte a ligar quando o governo reabrir. Fonte: Associated Press. (Marcelo Ribeiro Silva - marcelo.silva@estadao.com)

Tudo o que sabemos sobre:
euaparalisaçãocasa branca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.