Paramédico morre nos Emirados Árabes vítima de MERS

Um paramédico filipino morreu após contrair a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS, em inglês), nos Emirados Árabes Unidos.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2014 | 18h54

O Ministério do Interior informou que testes confirmaram que outros cinco paramédicos filipinos também foram infectados. Todos eles trabalhavam na cidade de Al Ain, a 160 quilômetros da capital do país, Abu Dabi.

Além disso, um novo caso da doença, relacionado com a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars, na sigla em inglês), foi identificado na Jordânia. No começo desta semana, as autoridades da Arábia Saudita descobriram que outras 11 pessoas foram infectadas na cidade de Jeddah, incluindo profissionais de saúde. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Emirados Árabes UnidosMers

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.