Ahmed Jadallah/Reuters
Ahmed Jadallah/Reuters

Parciais de eleições egípcias começam a ser divulgadas nesta quarta-feira

Serão conhecidos resultados preliminares, depois da conclusão do primeiro turno nesta terça-feira, 29

29 de novembro de 2011 | 09h17

CAIRO - A Comissão Eleitoral egípcia começará nesta quarta-feira a divulgar os resultados parciais das eleições legislativas, após os dois primeiros dias de votação, informou à Agência Efe um porta-voz da instituição.

O porta-voz explicou que serão conhecidos os resultados preliminares das listas fechadas e abertas, depois da conclusão do primeiro turno nesta terça-feira, correspondente à primeira fase do longo processo eleitoral.

Nestes dois primeiros dias estão convocados a votar mais de 17 milhões de egípcios em nove províncias, entre elas Cairo e Alexandria, para escolher a Assembleia do Povo (Câmara Baixa do Parlamento).

O segundo turno, nos dias 5 e 6 de dezembro, acontece nessas províncias apenas para candidatos que concorram nas listas abertas, caso ninguém tenha alcançado 50% mais um dos votos nos dois primeiros dias de votação.

Estas eleições são as primeiras após a renúncia do presidente Hosni Mubarak em fevereiro, e se realizam em três fases de dois turnos cada uma. O Partido Liberdade e Justiça, dos poderosos Irmãos Muçulmanos, parte como favorito.

A segunda rodada será realizada em províncias como Gizé (próxima ao Cairo) e Aswan (no sul) nos dias 14 e 15 de dezembro, e 21 e 22 de dezembro. Já a terceira rodada acontece em locais como Minya (centro) e Península do Sinai, nos dias 3 e 4 de janeiro, sendo seu segundo turno uma semana mais tarde.

Após estas eleições para escolher a Câmara Baixa do Parlamento, acontecem as eleições para o Conselho da Shura (Câmara Alta), que serão finalizadas em março.

Na segunda-feira, o primeiro dia de votação, os egípcios compareceram em massa nas urnas. Foram registradas algumas infrações eleitorais, mas as eleições aconteceram em um ambiente pacífico, apesar dos distúrbios da última semana. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.