Parecer sobre morte de ex-premiê libanês sai 2ª feira

O procurador encarregado das investigações sobre o assassinato do ex-primeiro-ministro libanês Rafiq Hariri deverá submeter seu parecer sobre o caso na segunda-feira, disse neste sábado o ministro interino do Trabalho, Boutros Harb.

AE, Agência Estado

15 de janeiro de 2011 | 14h12

"Segundo minhas informações, o relatório deverá ser entregue na segunda-feira", disse Harb por telefone, sem dar mais detalhes.

O website do diário francês Le Monde publicou neste sábado que o procurador Daniel Bellemare, do Tribunal Especial para o Líbano da Organização das Nações Unidas (ONU), submeterá seu relatório ao juiz Daniel Fransen, que precisa examiná-lo antes que um indiciamento formal seja ordenado.

O governo libanês, liderado interinamente pelo filho de Hariri, Saad Hariri, foi derrubado nesta semana pela coalizão liderada pelo Hezbollah, depois que os 11 ministros aliados ao grupo militante xiita renunciaram na quarta-feira.

A ação do Hezbollah tem ligação com a longa disputa a respeito do tribunal da ONU, que poderá indiciar altos integrantes do Hezbollah no processo que investiga o assassinato de Rafiq Hariri, em 2005.

O Le Monde, citando fontes próximas ao Tribunal Especial da ONU, em Haia, informou que membros do Hezbollah são alvo de acusações no relatório de Bellemare. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Líbanocriseassassinatopremiê

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.