Parente do premiê da Malásia morreu no MH17

O primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, e o ministro da Defesa, Hishammuddin Hussein, estão entre aqueles que perderam um membro da família quando o voo M17, da Malaysia Airlines, caiu na Ucrânia.

AE, Agência Estado

20 de julho de 2014 | 08h18

Os dois são primos e Siti Amirah Parawira, a segunda mulher do avó deles, estava a bordo do voo de Amsterdã para Kuala Lumpur que caiu na quinta-feira.

Devido à queda do avião, a companhia aérea Malaysia Airline disse que aposentou o número do voo MH17. De acordo com um comunicado publicado neste domingo, a empresa não usará mais a sigla para identificar qualquer um de seus voos de Amsterdã para Kuala Lumpur. Para substituir o MH17, será usado o número MH19.

A empresa afirmou que a medida foi tomada "por respeito a nossa tripulação e os passageiros que estavam a bordo". Fonte: Dow Jones Newswires e Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
MálásiaAviãoPremiê

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.