Parentes de Jean Charles depositam flores no local de sua morte

Três primos de Jean Charles de Menezes fizeram um minuto de silêncio e colocaram neste domingo flores na estação de metrô londrino de Stockwell, onde o brasileiro foi morto a tiros há seis meses pela polícia, que o confundiu com um terrorista.Assad Rehman, porta-voz dos parentes, queixou-se do fato de que o relatório da Comissão Independente de Queixas da Polícia sobre o caso tivesse sido entregue à Procuradoria e não às pessoas ligadas à vítima."Há seis meses, Jean, um homem jovem, ia para o trabalho quando morreu em terríveis circunstâncias, baleado nesta estação de metrô", disse. O porta-voz assinalou que não se tratava só de lembrar de Jean, mas também de exigir justiça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.