Parentes de mortos em acidente da AirAsia se reúnem

Os parentes dos mortos no acidente do avião do voo 8501 da AirAsia buscaram forças na oração neste domingo, uma semana após o desastre que matou 162 pessoas. Membros das famílias, que se mostram emocionalmente exaustos, cantaram e choraram em uma capela pequenina de Surabaia, a cidade da qual o voo partiu, em 28 de dezembro. O reverendo Philip Mantofa, que chefia a congregação na Igreja de Mawar Sharo, encorajou os familiares reunidos a encontrar conforto na fé.

ASSOCIATED PRESS, Estadão Conteúdo

04 de janeiro de 2015 | 13h37

Não se sabe o que causou o acidente. Antes de perder contato, o piloto disse ao controle do tráfego aéreo que estava se aproximando de nuvens ameaçadoras. No entanto, a permissão para voar a uma altitude maior foi negada, devido ao tráfego aéreo pesado.

Os corpos têm chegado um a um a Surabaia, a segunda maior cidade da Indonésia. Mais três corpos foram recuperados neste domingo, ampliando o total para 34.

Tudo o que sabemos sobre:
INDONESIAAIRASIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.