Parlamentar britânico nega acusações de estupro

O vice-presidente da Câmara dos Comuns e membro do Partido Conservador britânico, Nigel Evans, afirmou que as acusações de estupro contra ele "são completamente falsas". Evans, de 55 anos, foi preso neste sábado, 4. Ele foi questionado sobre crimes sexuais que teriam acontecido entre julho de 2009 e março de 2013 e foi liberado sob fiança.

AE, Agência Estado

05 de maio de 2013 | 19h33

Evans está no Parlamento há duas décadas e disse que as acusações foram feitas por "duas pessoas que se conhecem" e que, até recentemente, eram amigos dele. Num breve comunicado divulgado neste domingo, Evans afirmou que "as acusações são completamente falsas" e que não consegue entender "por que foram feitas". As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unidoestupro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.