Parlamentar europeu quer apoio para banir Irã da Copa

Um membro britânico do Parlamento Europeu procura apoio da União Européia (UE) para redigir uma carta à FIFA exigindo a expulsão do Irã da Copa do Mundo, informou o gabinete do conservador Chris Heaton-Harris nesta quinta-feira. A FIFA já havia rejeitado pedidos anteriores de políticos europeus para a retirada do Irã do torneio por causa de comentários do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, declarando que o Holocausto era um "mito" e pedindo a destruição de Israel. O gabinete do parlamentar Heaton-Harris informou que ele procura apoio entre os partidos para enviar a carta à FIFA na semana que vem. Contudo, o número de assinaturas ainda é incerto. A Assembléia da União Européia não possui poder para impor uma decisão sobre a FIFA ou sobre autoridades alemãs, os anfitriões da competição que começa no dia 9 de junho. A Federação insiste que não pretende misturar política com esportes tomando uma ação contra o Irã, que deve jogar contra Portugal, México e Angola na primeira fase do torneio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.