Parlamentares da oposição são atacados na Venezuela

Dezenas de simpatizantes do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, atacaram parlamentares da oposição que tentavam abandonar o Congresso depois de uma extensa sessão legislativa na noite de sábado. Os simpatizantes do presidente, conhecidos como "chavistas", empurraram, socaram e até apedrejaram os parlamentares depois de uma sessão de nove horas encerrada com a reeleição de um aliado do mandatário na presidência da Assembléia Nacional. Centenas de policiais e elementos da Guarda Nacional foram enviados ao local para evitar que a violência se espalhasse. Diversos parlamentares e jornalistas ficaram feridos, mas nenhum em estado grave.

Agencia Estado,

06 Janeiro 2002 | 16h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.