Parlamento aprova leis de espionagem

O Parlamento sueco aprovou ontem uma série de leis controversas, que permitem a espionagem de e-mails e ligações telefônicas sem autorização da Justiça. De acordo com o texto, as autoridades de inteligência poderão examinar ligações, fax e mensagens trocadas pela internet. Críticos dizem que a lei ameaça a liberdade civil no país.

O Estadao de S.Paulo

20 de junho de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.