Bogdan Cristel/Reuters
Bogdan Cristel/Reuters

Parlamento aprova novo governo da Romênia

Ungureanu prometeu integrar o país à zona do Euro e combater firmemente a corrupção

Agência Estado

09 de fevereiro de 2012 | 11h11

BUCARESTE - O Parlamento da Romênia aprovou nesta quinta-feira, 9, o novo governo de centro-direita formado pelo ex-chefe de espionagem do país, Mihai Razvan Ungureanu. O voto de confiança foi concedido com os votos de 237 parlamentares a favor, e dois contra, mas a votação foi boicotada pela oposição. Eram necessários 232 votos para a ratificação.

 

Ungureanu, de 43 anos, é conhecido por sua visão favorável aos Estados Unidos e prometeu respeitar os acordos da Romênia com o Fundo Monetário Internacional (FMI), com a União Europeia (UE) e com o Banco Mundial, além de combater a corrupção e fazer com que o país se integra à zona do euro em 2015.

 

Na noite de quarta-feira, ele renunciou ao cargo de chefe do serviço de inteligência do país e foi nomeado primeiro-ministro designado depois da renúncia de Emil Boc, após semanas de protestos contra as amargas medidas de austeridade adotadas por seu governo.

 

"Uma nova era de prosperidade vai começar amanhã", afirmou Ungureanu nesta quinta-feira. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
RomêniaUngureanuEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.