Parlamento britânico reduz recesso para discutir Síria

O Parlamento britânico vai voltar a se reunir na quinta-feira, alguns dias antes do final de seu recesso de verão, para discutir e votar uma resposta do Reino Unido ao suposto ataque com armas químicas ocorrido na semana passada na Síria, informou o primeiro-ministro David Cameron em mensagem postada no Twitter nesta terça-feira.

Agência Estado

27 de agosto de 2013 | 09h33

"Haverá uma clara moção e votação do governo sobre a resposta do Reino Unido a respeito os ataques com armas químicas", afirmou o premiê.

Downing Street confirmou que a mensagem foi escrita pelo primeiro-ministro, mas não pode confirmar se a votação parlamentar será vinculativa ou deu qualquer detalhe sobre a moção do governo. O Parlamento deveria voltar do recesso de verão na segunda-feira.

Anteriormente, o governo já havia informado que as Forças Armadas britânicas estavam fazendo planos de contingência para uma resposta ao suposto ataque de quarta-feira, mas nenhuma decisão foi tomada ainda.

O Reino Unido e vários de seus aliados, dentre eles os Estados Unidos e a França, responsabilizaram o Exército sírio pelo ataque nas proximidades de Damasco que resultou na morte de centenas de pessoas e disse que é importante que a comunidade internacional responda à ação.

Cameron disse que é importante que o Parlamento tenha sua opinião sobre uma ação na Síria. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoSíria

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.