Parlamento da Geórgia anula pacto militar com a Rússia

Acordo permitia que russos acessassem base na Armênia via território georgiano

Agência Estado

19 de abril de 2011 | 17h51

TBILISI - O Parlamento da Geórgia anulou nesta terça-feira, 19, um acordo com a Rússia por meio do qual Moscou podia utilizar o território georgiano como nação de trânsito até uma base militar russa na Armênia. Por unanimidade, os legisladores locais cancelaram a renovação automática do acordo assinado em 2006 e que expira este ano.

 

A base russa em questão é localizada em Gyumri, no norte da Armênia. A instalação possui cerca de 5 mil soldados, abriga mísseis de defesa aérea e um esquadrão de caças MiG-29. Na semana passada, a Armênia renovou a concessão da base ao exército russo até 2046.

 

As relações entre a Rússia e a Geórgia, no entanto, deterioram-se no decorrer dos últimos anos. Os dois países chegaram a travar uma breve guerra em agosto de 2008, quando tropas georgianas tentaram reincorporar uma província separatista com fortes laços com a Rússia e acabaram repelidas militarmente por Moscou. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
pactomilitarRússiaGeórgiaEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.