Robert Ghement/Efe
Robert Ghement/Efe

Parlamento da Romênia aprova impeachment de presidente

A continuidade de Traian Basescu no poder será decidida pela população, por meio de um referendo

estadão.com.br,

06 de julho de 2012 | 15h46

BUCARESTE - O Parlamento da Romênia votou nesta sexta-feira, 6, a favor de destituir o presidente do país, o conservador Traian Basescu, por suposta violação contínua da Constituição, de acordo com a emissora de notícias "Realitatea", a partir de informações da Câmara.

Veja também:

link Oposição romena quer impeachment do presidente

link Ex-premiê da Romênia atira em si mesmo após sentença de prisão

O governo de centro-esquerda do país acusa Basescu de não respeitar a separação de poderes, ignorar a independência judicial e usurpar o papel do Executivo. A população decidirá, por meio de um referendo, se o presidente deve ou não continuar no cargo, o que deve ocorrer no prazo de um mês.

O presidente do Senado, Crin Antonescu, vai ocupar o cargo como interino. Dos 432 senadores e deputados, 258 foram favoráveis ao impeachment, informou Dan Radu Rusanu, senador da União Social Liberal (USL).

Basescu preside a Romênia desde 2004 e nega as acusações.

Comissão Europeia

A Comissão Europeia declarou, por meio de um comunicado publicado nesta sexta-feira, estar "preocupada" com a crise política na Romênia, particularmente com as ações que tendem a limitar a independência da Justiça. A Corte Constitucional romena havia enviado uma advertência, na última segunda-feira, sobre os ataques que sofria por parte do governo.

Com Efe e AFP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.