Parlamento da Romênia aprova impeachment do presidente

Referendo em 30 dias definirá destituição de Traian Basescu; UE acompanha crise e exige respeito à Constituição

BUCARESTE , O Estado de S.Paulo

07 de julho de 2012 | 03h04

O Parlamento da Romênia aprovou ontem a suspensão do presidente do país, o conservador Traian Basescu, por abuso de poder. A decisão abre caminho para a realização de um referendo sobre o impeachment de Basescu, que ocorre em 30 dias. O processo de destituição do presidente está sendo observado de perto pela União Europeia, que exige que ela seja realizada no marco da Constituição.

Os partidos de centro-esquerda acusam Basescu de ignorar a independência do Judiciário e de acumular mais poderes para o Executivo. "Basescu transformou a Romênia, de maneira ilegal e inconstitucional, em um regime presidencialista de facto", reclamou Crin Antonescu, presidente do Senado e um dos líderes da União Social Liberal, legenda de esquerda. Antonescu ocupará o cargo como interino.

Dos 432 senadores e deputados, 258 foram favoráveis à suspensão de Basescu, que ocupa o cargo desde 2004. Ele nega as acusações e afirma que elas teriam razões "políticas". Na Romênia, o presidente é encarregado de conduzir a política externa e de nomear o primeiro-ministro.

Apesar de ter, na maior parte das vezes, um papel basicamente cerimonial, Basescu teve grande influência nas recentes medidas de austeridade em razão de sua proximidade com os partidos conservadores, que eram maioria no Parlamento até pouco tempo.

A identificação de Basescu com o pacote de austeridade fez dele uma figura bastante impopular, o que tornou viável a formação de uma ampla coalizão de oposição esquerdista que derrubou o gabinete conservador, em maio. O presidente nomeou como novo premiê o social-democrata Victor Ponta, conhecido como "Sr. Copy Paste", por ter copiado a maior parte de sua tese de doutorado. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.