Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Parlamento de Israel marca eleição para 28 de janeiro

Israel irá realizar eleições gerais em 28 de janeiro, nove meses antes da data em que o atual Parlamento deveria ser dissolvido. Segundo sugerem recentes pesquisas, o belicista Partido Likud, do primeiro-ministro Ariel Sharon, deve ganhar cadeiras e tornar-se o maior partido no Parlamento. O moderado Partido Trabalhista provavelmente perderá assentos.Entretanto, nenhum partido tem uma real chance de conquistar maioria no Parlamento de 120 cadeiras, e o resultado deve obrigar a formação de mais um governo de coalizão entre vários partidos.Giora Pordes, o porta-voz do Parlamento, disse que o comitê responsável pela definição da data escolheu 28 de janeiro, como pretendia Sharon.O primeiro-ministro recentemente dissolveu o Parlamento e concordou com eleições antecipadas depois que o Partido Trabalhista, o seu maior parceiro na coalizão, deixou o governo e ele foi incapaz de formar uma nova coalizão estável com pequenos partidos de extrema-direita.O Parlamento entrará em recesso eleitoral no fim da semana, que será estendido até a eleição, adiantou Pordes.

Agencia Estado,

11 de novembro de 2002 | 13h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.