Parlamento do Chipre aprova privatização de estatais

O parlamento do Chipre aprovou nesta terça-feira um projeto de lei para privatizar empresas estatais de energia, telefonia e portos, uma das principais exigências dos credores internacionais que sustentam o pacote de resgate do país. O projeto tinha sido rejeitado na semana passada, depois de um parceiro minoritário da coalização governista retirar seu apoio. A proposta foi colocada novamente em votação após uma mudança no título e a inclusão de pequenas emendas.

Agência Estado

04 de março de 2014 | 13h13

"Além de ser uma obrigação, o programa de privatizações é uma oportunidade de atrair investimentos e melhorar a eficiência e a competitividade da economia", disse o ministro de Finanças, Harris Georgiades, após a votação.

As privatizações devem render ao governo 1,4 bilhão de euros e são vistas como condição para o desembolso da próxima parcela de 156 milhões de euros do pacote de ajuda de 10 bilhões. A Comissão Europeia, o Fundo Monetário Internacional e o Banco Central Europeu haviam reiterado que a próxima tranche estaria fora da agenda da próxima reunião de ministros de finanças da zona do euro caso o projeto de lei não fosse aprovado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
CHIPREPRIVATIZAÇÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.