Parlamento do Iraque elege novo presidente da Casa

O Parlamento iraquiano encerrou meses de impasse político ao eleger, neste domingo, um destacado deputado sunita como novo presidente da Casa. A escolha de Ayad al-Samarraie abre caminho para que o Parlamento possa trabalhar em importantes reformas paralisadas há quatro meses por causa do impasse.

AE-AP, Agencia Estado

19 de abril de 2009 | 11h12

Entre outras missões pela frente, o Parlamento terá de regulamentar a exploração das riquezas em petróleo e gás do país e estudar possíveis mudanças constitucionais no poder do governo central.

Samarraie, integrante da comissão de finanças do Parlamento, foi eleito com 153 votos, bem mais do que os 36 recebidos por seu desafiante mais próximo. Ele sucederá Mahmoud al-Mashhadani, que renunciou em 23 de dezembro em meio a queixas generalizadas quanto a sua atuação errática.

Pela divisão de poder no Iraque, a presidência do Parlamento cabe a um político sunita. O primeiro-ministro é xiita e o presidente do país, curdo.

O bloco sunita no Parlamento encontrou dificuldade para eleger um novo presidente até a aparição de Samarraie como nome de conciliação. "Faremos o melhor possível para reformar o Parlamento e permitir que ele desempenhe um papel mais ativo", declarou Samarraie depois da eleição.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraquepolítica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.