Parlamento egípcio deve realizar sessão na 3ª feira

O presidente do Parlamento do Egito, que foi dissolvido pouco depois de eleito e reconvocado pelo presidente Mohammed Morsi, convocou uma sessão do Legislativo para a terça-feira, elevando as tensões com os militares, que apoiaram a dissolução do Parlamento.

AE, Agência Estado

09 de julho de 2012 | 08h49

Segundo informações divulgadas pela agência de notícias oficial Mena nesta segunda-feira, a convocação foi feita pelo presidente do Parlamento Saad el-Katatni.

A medida tomada por El-Katatni ocorre um dia depois de Morsi ter reconvocado o Legislativo, numa atitude de desafio à decisão da Suprema Corte do país de dissolver o Parlamento. Os generais, que governavam o país, apoiaram a decisão do Tribunal Constitucional com um decreto que dispersou os legisladores.

A disputa pode colocar o país numa nova situação de instabilidade e levar à violência, 17 meses após a queda do autoritário presidente Hosni Mubarak, durante um levante popular. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EgitoParlamentosessãomilitares

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.