Parlamento equatoriano adia debate sobre consulta popular

O Congresso Nacional do Equador adiou para a próxima semana o debate sobre a consulta popular solicitada pelo presidente Rafael Correa para instaurar uma Assembléia Constituinte com plenos poderes.Os líderes das bancadas parlamentares se reuniram na quarta-feira para marcar a data de discussão sobre a consulta proposta pelo Executivo e para superar as divergências que impediram a aprovação em caráter urgente da realização do plebiscito.O Congresso devia ter votado o assunto na terça-feira, mas uma discussão "estéril", segundo vários legisladores, travou sua aprovação.O chefe do Partido Roldosista Equatoriano (PRE) no Congresso, Jimmy Jairala, disse a jornalistas que, após a reunião de quarta-feira a tarde, será possível destravar a discussão sobre a consulta popular.Os acordos "vão contribuir para viabilizar a consulta popular na sessão extraordinária" de segunda-feira, informou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.