Parlamento grego elege conservador como novo presidente

Prokopis Pavlopoulos, recebeu o apoio do partido radical de esquerda Syriza, que assumiu recentemente o governo do país

O Estado de S. Paulo

18 de fevereiro de 2015 | 18h02

O Parlamento da Grécia elegeu o veterano político conservador Prokopis Pavlopoulos como novo presidente. Ele recebeu o apoio do partido esquerdista Syriza, que assumiu recentemente o governo e do principal partido de centro direita do país.

A eleição de Pavlopoulos - que tem 64 anos de idade e já foi ministro do Interior - encerra um impasse que desencadeou a antecipação das eleições gerais no mês passado. O cargo de presidente na Grécia é apenas figurativo, mas o imbróglio no legislativo evidenciou as fissuras na política do país, assolado pela crise econômica desde 2008.

A votação ocorreu ao mesmo tempo em que a Grécia luta para rever o acordo de resgate financeiro do país.

Pavlopoulos é um membro sênior do partido conservador Nova Democracia. Com apoio do Syriza e dos Gregos Independentes, de centro-direita, ele conquistou 233 votos, contra 30 de Nikos Alivizatos, um professor de direito que obteve o apoio de partidos de centro esquerda.

O ex-ministro é duramente criticado no país por não ter conseguido responder com eficiência a violência que tomou conta das ruas de Atenas em 2008, desencadeada pela morte de um adolescente por um policial.

Pavlopoulos substituirá o presidente Karaolos Papoulias, de 85 anos, que estava no poder há 10 anos. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
GréciaSyriza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.