Parlamento iemenita aprova lei que dá imunidade a Saleh

O Parlamento do Iêmen disse que aprovou uma lei que dá imunidade ao presidente do país, Ali Abdullah Saleh, contra acusações de corrupção. As mudanças anunciadas em um comunicado pelo Parlamento protegerão também os funcionários do governo de Saleh contra acusações de atos de terrorismo e o que a lei denomina como acusações "políticas".

CLARISSA MANGUEIRA, Agência Estado

21 de janeiro de 2012 | 09h48

O Iêmen tem estado em meio a uma turbulência há um ano, com numerosas facções no país pedindo a renúncia de Saleh. Em novembro do ano passado, ele assinou um acordo para a transferência de poder e a realização de eleições presidenciais em até 90 dias. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.