Parlamento inicia voto de nova Constituição

O Parlamento da Tunísia começou ontem a votar a nova Constituição do país, que os legisladores passaram os dois últimos anos escrevendo. A aprovação da futura Carta é considerada um ponto crucial na transição do Estado tunisiano para a democracia, três anos depois que protestos em massa derrubaram o ditador Zine al-Abidine Ben Ali - dando início à Primavera Árabe. A expectativa é que a nova Constituição seja aprovada até o dia 14, data que marca o aniversário do fim da ditadura no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.