Parlamento iraniano dá passo para bloquear inspeções nucleares

O parlamento do Irã deu o primeiro passo nesta terça-feira no sentido de bloquear inspeções internacionais nas instalações nucleares iranianas caso o Conselho de Segurança (CS) da ONU imponha sanções contra a República Islâmica. O comitê mais poderoso do parlamento aprovou uma proposta de lei sob a qual o "governo iraniano será obrigado a suspender todas as inspeções da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) caso o Conselho de Segurança imponha restrições ao país", disse o deputado e porta-voz do Comitê de Política Externa e Segurança Nacional, Kazem Jalali.Caso o parlamento aprove a lei, ela deverá ter seus detalhes discutidos pelo comitê. O texto também precisa passar pelo Conselho de Guardiães para ter validade.Na semana passada, o secretário-geral da ONU, Kofi Annan, falhou em convencer o Irã a suspender seu programa de enriquecimento de urânio. O pedido veio dois dias depois de a República Islâmica ignorar um prazo imposto pela ONU para que o país cancele essas atividades - um dos principais processos no desenvolvimento de armamentos atômicos. Segundo Teerã, seu programa de nuclear tem como finalidade a geração de energia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.