Parlamento iraquiano recomenda rejeição à resolução da ONU

O Parlamento iraquiano recomendou, por unanimidade, rejeição à resolução das Nações Unidas. A decisão final caberá, no entanto, ao Conselho do Comando da Revolução, principal autoridade do país, comandada por Saddam Hussein. A nota do Parlamento diz que "a liderança política" deve "adotar o que considerar apropriado para defender o povo iraquiano, a independência e a dignidade do Iraque; e autoriza o presidente Saddam Hussein a adotar o que considerar apropriado, expressando nosso total apoio a sua competente liderança".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.