Parlamento italiano não consegue eleger novo presidente

O Parlamento italiano falhou em sua primeira tentativa, nesta segunda-feira, de eleger um novo presidente para o país, fato que deve atrasar a posse de Romano Prodi como primeiro-ministro.A contagem de votos ainda está em andamento, mas cerca de 80% já foram contabilizados, não dando mais uma possibilidade matemática de que o processo se reverta à favor de um candidato, já que são necessários dois terços do total dos votos para que o presidente seja eleito.A falha de conseguir a maioria na sessão conjunta da Câmara dos Deputados e do Senado também mostra a falta de uma base política consolidada de Prodi entre os conservadores.Após dias de negociação, Prodi, que havia ganho as eleições parlamentares no último mês, propôs um candidato de última hora - o senador vitalício e ex-comunista - Giorgio Napolitano. Mas Berlusconi disse que ele e seus aliados ficariam com a sua escolha principal, o braço-direito do ex-premiê, Giann Letta, que foi sub-secretário do Gabinete.Uma nova rodada de votações foi marcada para a próxima terça-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.