Parlamento levanta restrições a palestinos

LÍBANO

, O Estado de S.Paulo

18 de agosto de 2010 | 00h00

O Parlamento do Líbano aprovou ontem uma lei que autoriza aos cerca de 400 mil refugiados palestinos residentes no país o exercício de qualquer profissão. De acordo com uma fonte ligada ao processo, a nova norma acaba com as restrições impostas em termos de emprego aos refugiados palestinos, que terão, de agora em diante, direito de trabalhar em qualquer setor aberto aos estrangeiros. A proposta de lei também incluía o direito de propriedade aos refugiados, assim como seguro social e atenção médica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.