Parlamento palestino recusa-se a votar confiança em Abbas

Adiando um momento de crise, o presidente do Parlamento da Autoridade Nacional palestina (ANP) bloqueou a apreciação de um voto de confiança requisitado pelo primeiro-ministro Mahmoud Abbas, em sua disputa pelo poder com Yasser Arafat. Se a votação ocorrer em breve, Abbas, que é impopular, pode ser derrubado, o que representará um golpe no plano de paz patrocinado pelos EUA.O primeiro-ministro deve comparecer ao Parlamento na quinta-feira para apresentar um relatório dos primeiros 100 dias de sua administração. O desempenho do primeiro-ministro estará em debate, mas o voto de confiança não deve ser votado antes da próxima semana. Nesse meio tempo, os parlamentares tentarão desarmar o conflito entre Abbas e Arafat, principalmente sobre o controle das forças de segurança.Ainda hoje, o líder Arafat anunciou que o plano de paz para o Oriente Médio está morto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.