Parlamento proíbe ataques com drones

Ontem, o Parlamento do Iêmen pediu um fim aos sobrevoos e ataques com drones, num voto simbólico que reflete a crescente ansiedade pública sobre o uso de aviões não tripulados pelos Estados Unidos para combater a Al-Qaeda. Os membros do parlamento ressaltaram a importância de preservar a vida de civis inocentes contra qualquer ataque e de manter a soberania do Iêmen.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.