, O Estado de S.Paulo

09 de abril de 2010 | 00h00

A Câmara Baixa do Parlamento paquistanês aprovou ontem por unanimidade uma emenda constitucional que retira do presidente os poderes herdados do antigo líder militar do país, Pervez Musharraf. A manobra representa um passo crucial para adotar uma demanda exigida há tempos pela oposição. Antes de ser aplicado, o projeto ainda precisa ser aprovado no Senado e assinado pelo presidente Asif Ali Zardari. Sua aprovação ajudaria a acalmar as tensões políticas no país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.