Parlamento tenta escolher presidente italiano em quarta rodada de votação

O Parlamento italiano tenta mais uma vez neste sábado eleger o próximo presidente do país. O primeiro-ministro Matteo Renzi pediu aos integrantes do Partido Democrático e aliados do governo que se unam e aprovem sua indicação, o juiz Sergio Mattarella, na rodada de votação, que acontece hoje.

Estadão Conteúdo

31 de janeiro de 2015 | 09h30

Após dois dias de votações inconclusivas, o número de votos para a escolha do presidente caiu de dois terços para maioria simples, como prevê a lei.

Com raízes políticas na centro-esquerda, Mattarella foi apresentado como uma pessoa que está acima dos combates políticos, seguindo o perfil tradicional de um chefe de Estado no país.

Como ministro deputado, atraiu a atenção para os perigos bastante ignorados sobre conflito de interesses quando o magnata da mídia Silvio Berlusconi entrou para a política na década de 1990. Forças ligadas a Berlusconi afirmaram que não votarão em Mattarella.

Alguns aliados se irritaram com a imposição feita por Renzi, mas acabaram concordando em votar no candidato apresentado por ele.

Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.