Parlamento turco autoriza governo a enviar tropas ao Afeganistão

Apesar de uma forte oposição popular, o parlamento turco aprovou hoje, por ampla maioria, um projeto que autoriza o governo a contribuir com tropas nos ataques militares liderados pelos EUA contra o Afeganistão. O resultado da votação foi de 319 votos a favor, 110 contrários e duas abstenções. A Turquia, único membro muçulmano da Otan, não ofereceu tropas de combate aos EUA, mas oficiais afirmaram que soldados turcos estão disponíveis para treinar os membros da Aliança do Norte, a principal força de oposição ao regime Taleban. Ancara tem uma estreita relação étnica com a minoria usbeque do norte do Afeganistão, uma parte-chave da oposição aos talebans. A Turquia vem se oferecendo também para ajudar na distribuição de ajuda humanitária aos afegãos. Até agora, os Estados Unidos não solicitaram à Turquia o envio de suas tropas. "Os ataques no Afeganistão contra o regime arcaico que abriga o terrorismo deve ser levado até o fim", disse o primeiro-ministro turco, Bulent Ecevit, em um discurso ao parlamento. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.