Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Parque indenizará pais de criança morta por crocodilo na China

Animal puxou a criança, que havia pulado a cerca de segurança, e a arrastou até o tanque, onde foi devorada

EFE

05 de fevereiro de 2008 | 05h48

Um Tribunal da região autônoma de Guangxi Zhuang condenou um parque recreativo e o vigilante encarregado dos crocodilos a pagar uma compensação de US$ 30,56 mil aos pais de uma criança de nove anos que morreu engolida pelos répteis em abril do ano passado. Segundo a agência oficial "Xinhua", o Tribunal do distrito de Yinhai afirmou que Liu Jiazhen, que trata os crocodilos, e a sociedade que administra o parque Detian Fishermen's Cabin eram responsáveis diretos pela morte da criança. O Tribunal considerou que o vigilante não estava em seu lugar de trabalho, a entrada da área restringida não permanecia bloqueada e a cerca da instalação, que só possuía 55 centímetros em alguns setores, não impediu o acesso dos menores. O acidente ocorreu no dia 20 de abril de 2007, quando o menor, chamado Liu Haiyang e aluno da escola primária de Xiantian, pulou junto com outros três amigos a cerca que protegia o tanque dos crocodilos e que se encontrava fechado ao público. Um dos animais puxou a criança por suas roupas e o arrastou ao interior do tanque, onde os répteis o devoraram. O tanque, abarrotado de crocodilos que faziam parte de um espetáculo para turistas, está situado no parque recreativo de um complexo de férias chamado Beihai Yintan.

Tudo o que sabemos sobre:
CrocodiloChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.