Parte do Paraguai sofre apagão em possível atentado contra torre de energia

Cerca de 750 mil pessoas no norte do Paraguai ficaram sem energia elétrica nesta segunda-feira, após uma torre de linhas de transmissão ter sido derrubada em um possível ataque dos rebeldes do Exército do Povo Paraguaio. As cidades afetadas foram San Pedro, Concepción, Amambay e Alto Paraguai.

Estadão Conteúdo

31 de agosto de 2015 | 12h41

Os agentes anti terrorismo disseram que encontraram um panfleto do Exército do Povo Paraguaio perto da torre atingida, mas a equipe ainda não conseguiu confirmar sua autenticidade. O pequeno grupo guerrilheiro rebelde é acusado de assassinatos, sequestros, roubos e ataques contra a polícia.

De acordo com o major Alfredo Ramirez, porta-voz da unidade anti terrorista do país, as

autoridades suspeitam que os rebeldes usaram explosivos para atacar uma torre de transmissão, mas eles ainda estão investigando.

A torre está localizada perto de uma colônia de cristãos, cerca de 290 quilômetros ao norte da capital paraguaia, Assunção. Técnicos da empresa de energia do estado estão trabalhando para restaurar o serviço. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Paraguaiapagão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.