Partidários de Bo Xilai criam novo partido na China

Grupo nomeou ex-líder político, preso por corrupção, como presidente vitalício; partido, contudo, ainda não conseguiu contatar Xilai

AE, Agência Estado

10 de novembro de 2013 | 12h09

Partidários do ex-líder político Bo Xilai, que está preso na China, criaram um novo partido político, afirmou neste domingo Scholar Wang Zheng, um dos fundadores, em um raro desafio ao Partido Comunista que governa o país.

Wang afirmou que o partido foi estabelecido na quarta-feira passada, dias antes da terceira sessão plenária do 18º Comitê Central do Partido, para apoiar Bo Xilai, que recebeu sentença de prisão perpétua por corrupção em setembro.

Segundo Wang, o Partido Zhi Xian, que significa "constituição suprema", nomeou Bo como seu presidente vitalício, embora não tenha ficado claro se ele tinha realmente concordado em ter relações com o grupo. A tentativas do partido de contactar Bo por meio de um dos advogados dele fracassaram.

As autoridades chinesas consideram organizações estabelecidas sem autorização expressa como ilegais e reprimiram grupos semelhantes no passado. Mas Wang, um professor associado ao Instituto de Economia e Administração de Pequim, afirmou: "Eu não me importo de ser preso". Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Chinanovo partido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.