Partido alemão contra o euro ganha força em legislaturas

O Alternativa para a Alemanha (AfD, na sigla em inglês), novo partido do país europeu que é contra o euro, conquistou assentos em mais duas legislaturas estaduais da Alemanha neste domingo, intensificando a preocupação dos demais partidos.

ASSOCIATED PRESS, Estadão Conteúdo

14 de setembro de 2014 | 19h17

O Alternativa para a Alemanha venceu 10,6% dos votos no leste da Turíngia e 12,2% em Brandemburgo, que circunda Berlim. O resultado deste domingo não deixou claro quem deve governar Turíngia.

"Estamos satisfeitos com o fato de as pessoas terem votado por uma renovação política em nosso país", disse o líder da AfD, Bernd Lucke.

A AfD não alcançou o apoio de no mínimo 5% necessário para integrar o parlamento nacional da Alemanha no ano passado. Mas desde então tem conquistado assentos no Parlamento Europeu e, há duas semanas, venceu suas primeiras cadeiras no parlamento estadual na Saxônia.

Outros partidos disseram que não vão governar com a AfD, que defende descartar o euro no seu formato atual. O partido desenvolveu uma imagem socialista conservadora, mas também atraiu eleitores protestantes de todas matizes com um discurso rígido sobre o crime e a imigração. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
AlemanhaPartido contra euro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.