Partido de Alan García vence o de Toledo nas eleições peruanas

As eleições municipais e regionais de domingo no Peru criaram um novo mapa político no país, com o opositor Partido Aprista Peruano, do ex-presidente Alan García, como o vencedor nacional, o fortalecimento dos independentes, mas, principalmente, com o Partido Peru Possível, do presidente Alejandro Toledo, derrotado.Nas eleições municipais, por exemplo, o candidato do partido governista à prefeitura de Lima ficou em quarto lugar. Na regionais, segundo os números oficiais, o Partido Aprista venceu o governo de pelo menos 10 das 25 regiões totais. Candidatos independentes ganharam em oito regiões e os da coalizão opositora Frente Ampla-União Pelo Peru, em três. Outros dois partidos opositores levaram uma região cada um. Os votos ainda estão sendo contados em duas regiões.As eleições de domingo foram uma prova de fogo para Toledo, cuja popularidade vem caindo devido à impressão generalizada de que ele não cumpriu com suas promessas de campanha. Quando assumiu o poder, em julho de 2001, o mandatário tinha 59% de popularidade e agora, segundo as últimas pesquisas, conta com apenas 20%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.