Partido de Bibi propõe dissolver Parlamento

O Likud, partido do premiê israelense, Binyamin "Bibi" Netanyahu, submeteu ontem à Knesset (Parlamento) uma proposta para dissolvê-la e convocar eleições antecipadas. A data provável seria 4 de setembro. Em comunicado, o Kadima, principal partido opositor, disse que votará a favor de qualquer proposta que antecipe as eleições. O pano de fundo da crise política em Israel é a lei que exime os judeus ultraortodoxos do serviço militar obrigatório. A lei, considerada inconstitucional pela Suprema Corte, expira em agosto, obrigando o governo a comprar uma briga contra os ultraortodoxos.

O Estado de S.Paulo

03 Maio 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.