Partido de ex-primeiro-ministro vence eleições no Iraque

O partido do ex-primeiro-ministro Ayad Allawi venceu as eleições parlamentares do Iraque por duas cadeiras, segundo os resultados oficiais divulgados nesta sexta-feira. O bloco de Allawi, Iraqiya, obteve 91 cadeiras no Conselho dos Representantes, de 325 membros. Já a Aliança Estado de Direito, do atual primeiro-ministro, Nouri al-Maliki, ficou com 89 assentos no Parlamento, em segundo lugar.

AE-AP, Agência Estado

26 de março de 2010 | 15h04

Mais cedo, o enviado das Nações Unidas no Iraque, Ad Melkert, havia afirmado que as eleições de 7 de março no Iraque foram "dignas de confiança". Melkert pediu a todos os partidos que aceitem os resultados. Falando na fortificada Zona Verde, o enviado da ONU parabenizou o povo iraquiano "por esse sucesso".

Hoje também, o país sofreu o pior caso de violência desde a disputa eleitoral. Pelo menos 40 pessoas morreram em duas explosões na cidade de Khales, província de Diyala, ao norte da capital Bagdá, segundo informações de um funcionário do setor de segurança. Há dezenas de feridos, entre eles mulheres e crianças, disse a fonte, do Comando de Operações de Baquba.

As explosões ocorreram por volta das 18h15 (hora local) em frente a um café e um restaurante no centro de Khales, 65 quilômetros a nordeste de Bagdá e perto da capital provincial de Diyala, Baquba. Com informações da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.