Partido de Humala terá a maior bancada no Congresso peruano

O partido União pelo Peru, liderado pelo nacionalista Ollanta Humala, obteve a maior bancada no Parlamento, com 43 das 120 cadeiras, segundo o último relatório do Escritório Nacional de Processos Eleitorais (ONPE). Os resultados obtidos pelo partido de Humala são a maior surpresa nas eleições para o Parlamento peruano, mesmo sem atingir a maioria absoluta. Segundo a ONPE, com 55% dos votos apurados, em segundo lugar vem o partido Aprista, de Alan García, com 35 cadeiras, seguido pela União Nacional, de Lourdes Flores, com 19. A Aliança pelo Futuro, do ex-presidente Alberto Fujimori, que está preso no Chile desde novembro aguardando um processo de extradição, terá 15 cadeiras. Entre os novos congressistas, um dos destaques é a filha mais velha de Fujimori, Keiko Sófia. Ela é mais votada até agora em Lima, com cerca de 370 mil votos. O irmão de Fujimori, Santiago, também foi eleito, assim como diversos membros do Governo fujimorista. Na União Nacional, a estrela é a jogadora de vôlei Gabriela Pérez del Solar, que terá a companhia do radialista Guido Lombardi. A União pelo Peru emplacou a líder cocaleira Nancy Obregón e o candidato a primeiro vice-presidente, Carlos Torres Caro. O histórico partido Aprista elegeu o seu secretário-geral, Jorge del Castillo, e manteve no Congresso Mercedes Cabanillas e Mauricio Mulder. O ex-prefeito de Lima Alberto Andrade, maior opositor de Fujimori durante seu regime, vai representar a Frente de Centro.

Agencia Estado,

17 Abril 2006 | 00h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.