Partido de Tony Blair perde espaço nas eleições britânicas

O Partido Trabalhista do primeiro ministro britânico, Tony Blair, perdeu cerca de 700 cadeiras nas eleições municipais desta quinta-feira na Grã-Bretanha, segundo os primeiros resultados oficiais. Este é o pior resultado desde o fim dos anos 70 para os Trabalhistas.As eleições municipais na Inglaterra e na Escócia e as legislativas na Escócia e País de Gales são o primeiro teste para medir a popularidade de Tony Blair depois da guerra contra o Iraque.Resultados parciais em 280 conselhos ingleses mostram que os Conservadores, partido da ex-primeira-ministra Margaret Thatcher, conquistaram 542 novas cadeiras, seguidos pelo Partido Liberal Democratas, com 166 novos lugares. Os Trabalhistas perdeu 749 cadeiras. Os trabalhistas perderam em importantes cidades como Bristol, Birmingham, Coventry e Exeter. Em Birmingham, onde vive uma numerosa comunidade muçulmana, o partido governou durante 19 anos. Os Conservadores, principal partido de oposição, conseguiram um aumento de 500 cadeiras nas eleições desta quinta. Dos 70 milhões de britânicos, 38 milhões estavam aptos para votar. Nas eleições municipais, dados preliminares acusam a participam de apenas 30% do eleitorado. Na Escócia e País de Gales não foi diferente, apenas 40% dos eleitores comparecem às urnas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.