Partido Democrata mantém controle do Senado nos EUA

O Partido Democrata manteve o controle do Senado dos Estados Unidos nas eleições de 6 de novembro. Candidatos da legenda desbancaram senadores republicanos por Massachusetts e Indiana ao mesmo tempo em que mantiveram as cadeiras em disputa no Missouri, em Virgínia, na Pensilvânia e em Ohio.

AE, Agência Estado

07 de novembro de 2012 | 03h41

A votação desta terça-feira colocou em disputa um terço das cem cadeiras do Senado e o Partido Republicano perdeu três assentos.

Em Massachusetts, a desafiante democrata Elizabeth Warren derrotou o senador republicano Scott Brown. Em Indiana, o deputado Joe Donnelly venceu o republicano Richard Mourdock na disputa pela cadeira deixada pelo republicano moderado Richard Lugar. Na reta final da campanha, Mourdock atraiu duras críticas ao declarar que a gravidez resultante de estupro seria uma "obra de Deus". No Maine, a aposentadoria da senadora republicana Olympia Snowe abriu caminho para a vitória do candidato independente Angus King. Analistas acreditam que ele se alinhará com os democratas.

Ao mesmo tempo, os republicanos caminhavam para manter o controle da Câmara dos Representantes, o que deve manter o Congresso dos EUA dividido pelo menos até a metade do segundo mandato de Barack Obama. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAeleiçãoSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.